Nova representação: Giulia Bianchi - Janaina Torres

São Paulo Brasil

Nova representação: Giulia Bianchi

26 de junho de 2023 | 16:43
A artista Giulia Bianchi, à frente da tela Cabiria (2022) A artista Giulia Bianchi, à frente da tela Cabiria (2022)

Anunciamos com alegria a representação de Giulia Bianchi (Bauru, SP, 1990).

Formada em Artes Plásticas pela Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP-SP), Giulia Bianchi vive e trabalha em São Paulo. A artista, por meio da pintura e desenho, estabelece uma relação muito particular com a natureza. Em caminhadas de exploração de territórios e culturas, seja no interior da França, seja nas paragens do Vale do Ribeira, em São Paulo, dirige o olhar para as condições materiais, simbólicas e sociais da produção e extração de alimentos.

Cria, assim, imagens envoltas pela sinestesia, ao suscitar texturas, aromas e odores em suas composições visuais. Com uma pesquisa que desdobra as possibilidades da superfície, corpo e sensações, a artista debruça-se nos fenômenos cotidianos para extrapolar os limites da pintura a óleo, renovando o repertório visual da natureza morta e da paisagem.

Em suas pinturas, obra e observador se enredam em uma trama sensual e envolvente, que provocam os sentidos para além da visão, dissolvendo, como define a artista, “as fronteiras de nossos próprios contornos”.

Giulia Bianchi, Ostras cor de terra, 2022, Óleo sobre tela, 110x150 cm.jpg Giulia Bianchi, Ostras cor de terra, 2022, Óleo sobre tela, 110×150 cm.jpg

Giulia participou de exposições individuais e coletivas e salões de arte do Brasil e exterior (Espanha), além da residência artística na Cité Internationale des Arts de Paris (França). Sobre o seu trabalho, João Henrique Andrade, curador e museólogo, escreveu:

“Em suas pinceladas gestuais que emulam no aspecto físico dos alimentos o movimento deixado pelo corte dos frutos, das aparências frescas de animais em vias de processo para chegarem aos mercados e às cozinhas, em paletas vivas e pulsantes, Giulia Bianchi promove um encontro de olhares íntimos entre os observadores de seus trabalhos. A pulsação viva permeia uma arte tão antiga quanto a dos grandes mestres da arte com suas naturezas mortas, a do preparo de alimentos e da gastronomia ou simplesmente da mera disposição dos frutos e alimentos sobre uma base retilínea. A diferença é que aqui, Giulia apresenta a sua natureza tão viva quanto a visão dos olhos de uma mulher, uma flaneuse”.

Giulia Bianchi_Cabiria, 2022, Óleo sobre tela, 128x200 cm Giulia Bianchi_Cabiria, 2022, Óleo sobre tela, 128×200 cm
Leia Também
EXPOSIÇÕES & VIEWING ROOMS

Êxtase

Giulia Bianchi, Mirela Cabral e Paula Scavazzini

Entroncamento

Luciana Magno, Paula Juchem e Pedro David

Noites em Claro

Feco Hamburger

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Aceitar