Liene Bosquê - Janaina Torres

São Paulo Brasil

Liene Bosquê

Liene Bosquê parte do encontro do corpo com a arquitetura, materiais têxteis e o ambiente para criar vestígios, impressões, conflitos e reflexos dessa relação. Em uma obra que impregna a matéria de história, memória e de uma experiência sensorial intensa, que envolve, muitas vezes, colaboradores/espectadores, a artista e educadora conjuga resquícios do que se foi e traços do que está por vir.

Radicada em Miami (USA) há mais de dez anos, Liene Bosquê (Garça, SP, 1980) explora experiências sensoriais dentro de espaços naturais, urbanos, arquitetônicos e pessoais. Isto inclui esculturas, objetos, instalações e projetos site-responsive, em um processo muitas vezes arqueológico, no qual enfatiza a memória e história dos espaços, de uma forma que pareçam tangíveis. Liane usa frequentemente materiais que podem ser transformados e tomam a forma de um molde, ou que são capazes de receber uma impressão. Assim, por meio de instalações responsivas ao local expositivo e o uso de materiais maleáveis, arquiteturas rígidas são transformadas em superfícies frágeis, revelando  histórias, vazios e ausências, a passagem do tempo e como percebemos a ideia de lugar. Técnicas têxteis e a moldagem têm sido assim o núcleo de uma prática artística que explora uma gama de fibras como algodão, seda e linho, e meios como ferrugem, argila, cera, gesso e látex. Sua produção recente inclui projetos colaborativos com comunidades, uma investigação maior sobre o ambiente natural e ecossistemas e perspectivas sustentáveis para o futuro. Possui prêmios e residências de relevo em sua carreira, além de ter trabalhos expostos em instituições como MoMA PS1, Museum of Contemporary Photography- Chicago; Frost Art Museum- Miami; Carpe Diem em Lisboa- Portugal, entre outros.

OBRAS

Carregando…

Miami 's Hamaca I

Liene Bosquê
Miami ‘s Hamaca I, 2020/23
Fibras (algodão, rayon e sintética)
190 x 110 cm

+ consulte

Carregando…

Poem of the Modern

Liene Bosquê
Poem of the Modern, 2010-2015
Corte a laser
63.50 x 46 cm

+ consulte
Poem of the Modern

Liene Bosquê
Poem of the Modern, 2010-2015
Corte a laser
63.50 x 46 cm

+ consulte

Dedico-me à investigação da relação do corpo com o espaço – examinando quais corpos ocupam quais espaços e o rastro efêmero que as pessoas deixam nos locais. É por meio do toque e da exploração de materiais que consigo me comunicar e me conectar de maneira mais profunda com o público.

— Liene Bosquê

Carregando…

Gowanus I

Liene Bosquê
Gowanus I, 2017
Tingimento natural com solução ácida, ferrugem e tecido
114.30 x 154.50 cm

+ consulte

Carregando…

Collecting Impressions

Liene Bosquê
Collecting Impressions, 2010-2015
Porcelana e ferro
10.16 x 7.62 x 5.08 cm

+ consulte

NEWS, ETC

+ veja mais

Receba informações e novidades sobre a/o artista

    Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

    Aceitar